“Coincidências” na Lava Jato

O Congresso está analisando as regras para facilitar a participação de empresas estrangeiras (mais exatamente americanas) nas obras de infraestrutura do Brasil. Coincidência ou não, um dos “crimes” que atribuem a Lula é o de promover as empresas nacionais em outros países, lembrando que Moro travou as construtoras nacionais com a Lava Jato.
O que chama a atenção é que você não vê nenhuma campanha dos EUA de atração de empresas estrangeiras para obras em território americano, lá eles fazem, mas gostam de fazer também nas casas dos outros.

É de uma candura bestial a defesa de brasileiro aos “princípios neoliberais”. Não entendem que esse discurso é só para nós, para as colônias. Na Casa Grande os tupiniquins aqui só entrarão muito em breve levados por coiotes para lavar pratos e fugir do depto de imigração.
O que sobrou de beleza no Brasil faltou em recheio na cachola de muitos brasileiros. Assistem a isso tudo e não veem o que de fato significam todas essas mudanças que estão fazendo no que era o modo de governo Dilma.

Miriam Moraes, jornalista, facebook

Be the first to comment on "“Coincidências” na Lava Jato"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*