Quando até a Folha disse que Moro era do PSDB




Rodrigo Vianna, Escrivinhador

ATUALIZAÇÃO – Colegas jornalistas chamam minha atenção para o fato de que, na edição impressa, a Folha esclarece que os “3 tucanos” citados no Cenário 4 da pesquisa DataFolha são: Aécio, Alckmin e Serra. Na edição digital, neste domingo, o jornal  também fez a correção. Mas o texto abaixo foi publicado pelo blog no sábado à noite, com base no print da página na edição digital da Folha; e ali está claro o ato falho freudiano – Moro foi tratado como tucano! Fazer o que. Trata-se de piada pronta, em se tratando de um juiz que pune petistas (agindo fora-da-lei, segundo Marco Aurélio do STF) e poupa sempre o PSDB. Moro acabou tendo suas afinidades expostas por um jornal que, também ele, tem clara preferência pelo PSDB. Freud explica.

por Rodrigo Vianna

Quem vai segurar o monstro alimentado por esse homem, sob cobertura da Globo?

O alerta veio pelo twitter de Alvaro Larangeira: @larangeira.



O inconsciente falou mais alto entre os redatores da Folha? Ou teria sido uma mensagem cifrada, passada por um jornalista rebelde?

Na pesquisa eleitoral (em que, sofregamente, ajuda a embalar o impeachment) divulgada neste fim-de-semana pela Folha, aparecem simulações eleitorais com vistas a 2018. Numa delas, a Folha resolveu testar um cenário com “os três tucanos”: Aécio, Serra e … Moro!

Finalmente, alguém disse a verdade: Moro é PSDB. E o PSDB é Moro.

Viva a Justiça brasileira: imparcial, impoluta.

Viva o juiz das camisas negras, agora filiado oficialmente ao PSDB.

folha moro



Leia também

KMPG e Price, duas auditorias internacionais negam qualquer corrupção de Lula. Moro e Dallagnol nervosos

Como provar as convicções?