Temer viaja com juiz do Supremo que vai julgar sua cassação por conta de cheque propina




Em meio ao julgamento pela Justiça Eleitoral de processo de cassação da chapa presidencial, o presidente Michel Temer incluiu na comitiva oficial para Portugal o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Gilmar Mendes.

O ministro acompanhará o presidente em viagem para o funeral do ex-presidente português Mário Soares, marcado para esta terça-feira (10). Em Lisboa, o peemedebista também participará de encontro com autoridades europeias.

Além de Mendes, o ex-presidente José Sarney e o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) também viajarão no avião presidencial na tarde desta segunda-feira (9).

No final do ano passado, a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão nas gráficas Rede Seg, VTPB e Focal, que prestaram serviços à campanha da chapa presidencial de Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014.



A operação investigou se a campanha presidencial foi financiada com dinheiro público desviado. Foi autorizada pelo ministro Herman Benjamin, relator da ação de cassação que tramita no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A expectativa é que o julgamento ocorra no segundo semestre deste ano. Caso a chapa presidencial seja cassada, a Constituição Federal prevê a realização de uma eleição indireta para a sucessão do atual presidente

 

Informações da Folha de São Paulo



Check Also

Delegado da Lava Jato que fez campanha para Aécio, admite que fez imagens ilegais de Lula na sua condução coercitiva

Ilegalidades.