“América Latina é nosso quintal” afirmou o secretário de estado americano, John Kerry

Saiu até na Al Jazeera



Em discurso realizado diante o Comitê de Assuntos Exteriores da Câmara de Representantes, Kerry quis destacar a importância de uma maior aproximação com a América Latina, porque trata-se do “quintal” de seu país.

Neste sentido, adiantou que tem planos de viajar, em breve, para a Colômbia e Brasil, e confirmou visitas do presidente Barack Obama para o México e Costa Rica, em maio. “A América Latina é nosso quintal (…) temos que aproximarmos de maneira vigorosa”, disse o chefe da diplomacia estadunidense, exortando para a administração Obama fazer um esforço especial com os países latinos.



Com suas declarações, Kerry revive a velha Doutrina Monroe, que desde 1823, serviu de guia para as relações dos Estados Unidos com a América Latina. Sua visão única é impor a vontade e influência política e econômica norteamericana aos vizinhos do sul, eliminando qualquer indicio de resistência.

A Doutrina Monroe estabelece que se um país americano ameaça ou coloca em perigo os direitos ou propriedades de cidadãos ou empresas estadunidenses, então Washington está obrigado a intervir nos assuntos deste país para “reordená-lo” e restabelecer os direitos e o patrimônio de sua cidadania e suas empresas.

(…)



Leia também

ÁUDIO: “Eu não faço nada de errado, eu só trafico droga”, diz Zezé Perrella a Aécio em novo trecho de grampo

Diário do Centro do Mundo No dia 13 de abril, a Polícia Federal interceptou uma conversa …