Sem reajuste para PMs no Espírito Santo, caos se instala e mostra falência da gestão PMDB/PSDB

 




Desde a noite desta sexta-feira, 3, familiares e amigos de policiais militares estão se manifestando em ao menos 30 cidades do Espírito Santo, obstruindo a saída das viaturas para as ruas e provocando uma grande onda de roubo de carros, arrombamentos de lojas, assaltos a mão armada, aumento de estupros, arrastão em shoppings, bairros e até prédios.

Os familiares e amigos dos PM’s tem como reivindicação o reajuste salarial, que estão a 6 anos sem ter.

O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, André Garcia, negou o aumento de homicídios e a ocorrência de arrastões nas cidades sem policiamento. Mais de 52 assassinatos na Grande Vitória e 37 tentativas de assassinatos foram contabilizadas até agora. O governador do estado, Paulo Hartung (PMDB), está internado no Sírio-Libanês pra retirar um tumor na bexiga, e o vice César Conago nada fez até momento. O governo do estado se nega a negociar e está sendo intransigente, colocando como vilões dessa situação as famílias e amigos dos policiais.





espirito santo 1

Protestos pelos 6 anos sem aumento de salário para policiais no Espírito Santo

Vale frisar que desde o início dos protestos as famílias tentam diálogo com o Governo, que se omite, e a mídia comprada de Hartung passa o entendimento que o governador não possui responsabilidade. Colocando o povo contra o povo. A carnificina no nosso estado tem um responsável é ele é o governador Paulo Hartung(PMDB).

(…)



Por Vírgina Brandt, Via UJS

 

,