Governo Temer/PSDB foi o que mais deu cargos a deputados e senadores




Alerta Social
Desde a ditadura militar nenhum governo teve tantos senadores e deputados em sua composição quanto o de Michel Temer. São 57,1% dos ministérios ocupados por indicações políticas. Desde 1985, em média, 26% das pastas são ocupadas por congressistas.

Temer bate recorde no quesito nomeação de parlamentares em cargos no Governo Federal. Isso explica porque sua gestão tem conseguido tanto apoio para aprovar as reformas e leis impopulares no Legislativo como a EC 55, reforma do Ensino Médio e a da Previdência.




Desde a ditadura militar nenhum governo teve tantos senadores e deputados em sua composição quanto o de Michel Temer. São 57,1% dos ministérios ocupados por indicações políticas. Desde 1985, em média, 26% das pastas são ocupadas por congressistas.

Levantamento do site Poder 360 mostra que apenas 1 presidente chegou perto de Temer nesse quesito. Trata-se de Itamar Franco. Quando subiu ao poder, colocou congressistas em exatamente metade dos cargos de 1º escalão. Além da simpatia pelos legisladores, Itamar e o atual presidente têm mais uma coisa em comum: ambos chegaram ao mais alto posto da República após o antecessor ser afastado por deputados e senadores.

Para quem se lembra da longa noite do dia 17 de março de 2016, quando 367 deputados federais conclamaram por Deus, pela família e contra a corrupção, ao votarem a favor da abertura de processo de impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff, dá pra entender quem tinha interesse no golpe e quem foi beneficiado por ele, uma elite econômica e política que tem sua representação no parlamento brasileiro.



,

Leia também

Senador cassado do DEM, Demóstenes Torres recebeu mais de R$2 milhões do MP sem trabalhar

Ele se dizia contra corrupção.