Outro filho de desembargadora, condenado por assalto, também troca presídio por clínica

Do Correio do Estado, em Campo Grande:

Outro filho da desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), também contou com a “ajuda” da mãe para se livrar de cumprir pena em um presídio do Estado.



Condenado a cinco anos e quatro meses de prisão em regime semiaberto, o irmão de Breno Fernando Sólon Borges (atualmente internado em uma clínica, no interior do Estado de São Paulo) participou de um crime há 12 anos.

Com arma em mãos, ele e um comparsa roubaram um carro, no dia 16 de setembro de 2005, na Avenida Três Barras, em Campo Grande.




Após o assalto que ocorreu às 3h da madrugada, eles seguiram para a casa da desembargadora, onde retiraram rádio, CD, pneu estepe, chave de roda, extintor de incêndio, macaco, e em seguida abandonaram o carro no Bairro Rita Vieira.

Na audiência que condenou os dois “amigos”, ambos confessaram o crime e os advogados do filho da desembargadora pediram para que ele fosse internado em clínica de recuperação de dependência química.

Na época, o acusado ainda confessou ter cometido o crime para trocar os itens por drogas. Ele acabou preso em flagrante, após a própria namorada o entregar para a polícia.

Justiça estadual permitiu que fosse internado na Clínica Médica Greenwood, em Itapecerica da Serra (SP).

O colega do outro filho da desembargadora, que cometeu o crime com ele, foi condenado a cumprir a pena na Colônia Penal Agrícola, na Capital.

,