em Política

Bispos detonam Bolsonaro: ele despreza saúde, educação e cultura

27/07/2020

Os bispos do Brasil resolveram se posicionar contra Jair Bolsonaro e afirmaram que ele despreza a educação, a cultura e a saúde. Inegavelmente o peso dessa crítica de 152 bispos, será importante:




 

Enquanto alguns líderes religiosos, como Malafaia e Edir Macedo se mantém com Bolsonaro. Outros resolvem se posicionar de maneira dura.

Um grupo de 152 arcebispos da Igreja Católica, resolveu dizer o que muita gente já sabe: Bolsonaro despreza a educação, a saúde e a cultura. Ao mesmo tempo que citam “incapacidade para enfrentar crises” do presidente.
 



” “O desprezo pela educação, cultura, saúde e pela diplomacia também nos estarrece.” Ao longo do texto, os bispos afirmam que a situação “é visível nas demonstrações de raiva pela educação pública; no apelo a ideias obscurantistas; na escolha da educação como inimiga e nos sucessivos e grosseiros erros na escolha dos ministros”. .

 


Bolsonaro despreza não só a educação como também a vida dos brasileiros.

A carta dos arcebispos seria publicada na última quarta-feira (22), chegando a ser suspensa pelo Conselho o Conselho permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no entanto foi vazada nesse domingo (26).
 

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Bolsonaro usa nome de Deus para difundir Ódio

 

De acordo com a carta publicada pelos arcebispos, que é chamada “Carta ao Povo de Deus”, Bolsonaro estaria usando o nome de Deus em vão para difundir mensagens de ódio e preconceito.

“Como não ficarmos indignados diante do uso do nome de Deus e de sua Santa Palavra, misturados a falas e posturas preconceituosas, que incitam ao ódio, ao invés de pregar o amor, para legitimar práticas que não condizem com o Reino de Deus e sua justiça?”.

O documento ainda pede diálogo e união nacional.




A carta ainda afirma que o governo não tem capacidade para lidar com o coronavírus.
 

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro defende cultos em Igrejas em meio a pandemia

Em vídeo, Edir Macedo diz que coronavírus é inofensivo e tática de Satanás
 

O texto contudo se torna ainda mais dura afirmando que Bolsonaro estimula a anticiência e ignorância.

“Assistimos discursos anticientíficos, que tentam naturalizar ou normalizar o flagelo dos milhares de mortes pela Covid-19”. .

 

Dessa forma, os Bispos lançam uma das mais duras críticas a Bolsonaro até aqui.



 

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->