Bolsonaro vai ficar sem banheira de hidromassagem, diz Câmara

Via VEJA

Não será em um apartamento da Câmara que o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) vai desfrutar de uma banheira de hidromassagem, conforme ele almeja. Candidato à Presidência da República, Bolsonaro recebe auxílio-moradia da Câmara mesmo sendo dono de um apartamento em Brasília, conforme a Folha de S. Paulo informou. Nesta quinta-feira, ele disse ao jornal que vai dispensar o auxílio, vender o imóvel e passar a viver em um apartamento funcional. “Vou pedir o apartamento funcional, inclusive tem mais ou menos 60m² o meu apartamento, vou passar para um de 200m², espero que pegue com hidromassagem”, afirmou. Não será possível.




Os imóveis funcionais com banheira já estão todos ocupados, informou a Câmara dos Deputados a VEJA. Ao todo, há banheiras em 216 unidades distribuídas em nove prédios, mas nenhuma delas está disponível. Se o deputado-presidenciável fizer questão da hidromassagem, diz o setor responsável por administrar os imóveis funcionais, ele até pode fazer uma reforma no apartamento, mas, no momento da desocupação, terá de arcar com os custos para restabelecer o layout original.

Leia também: Temer aumenta em 78,03% auxílio-moradia da Presidência