Condenação de Lula não engrandece Brasil, diz editorial do Financial Times

O artigo do Blog do Brasilianismo mostra o editorial do jornal Financial Times, em que a condenação do ex-presidente Lula, não engrandece o país e que o mercado não devia estar alegre com a condenação do ex-presidente e que os desdobramentos hoje são pouco previsíveis no longo prazo.




Em um editorial em que desaprova a empolgação do mercado e dos críticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, bem como chama de erro a ideia de que sua condenação é uma conspiração, o jornal de economia ”Financial Times” chama de ”triste” e ”preocupante” a situação política do Brasil em um ano de eleição.

”As ramificações da potencial proibição da candidatura de Lula revelam o vácuo de lideranças no coração do Brasil, e a ausência de alternativas”, diz a análise.




”É impressionante que um país tão carismático quanto o Brasil não tenha produzido uma nova geração de políticos que mereçam o nome. Atualmente em segundo lugar nas pesquisas está Jair Bolsonaro, um ex-militar cujas opiniões fazem os tuítes de Trump parecerem suaves. Isso não é grande; isso é triste. Com apenas nove meses até a eleição, isso também é preocupante”, complementa.

(…)

Além disso, diz o jornal, proibir Lula de disputar as eleições também vai polarizar ainda mais um país que está frustrado com os políticos e com raiva da sua situação.

Leia o artigo completo no Blog do Brasilianismo

Vídeos relacionados: TV Portugal mostra perseguição a Lula:

Leia também: