Deputado avisa que Lula será duro com a Globo quando voltar

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) analisa o papel da Rede Globo na manipulação pública e seu envolvimento em esquemas corruptivos; em entrevista à TV 247, o parlamentar, que tem visitado Lula frequentemente na Polícia Federal em Curitiba, afirma que, no que tange o posicionamento de Lula a respeito da regulamentação da mídia, a proposta será encaminhada; “Lula não será paz e amor com a Globo”, reitera; assista





TV 247 – O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) concedeu entrevista à TV 247 na sexta-feira (15) na qual o papel da Globo na manipulação pública e o envolvimento da emissora dos Marinho em esquemas corruptivos. O parlamentar relata que, se Lula for eleito presidente do Brasil, não dará trégua aos grupos de comunicação golpistas.

O deputado analisa a baixa adesão do brasileiro em relação à Copa do Mundo de 2018. “Como a Globo tem os direitos de transmissão, esse era o momento de faturar com publicidade e audiência, e, ao que parece, irá ter prejuízo. Além disso, a emissora é associada a toda essa quadrilha do futebol formada pela Fifa e CBF, porém não é investigada porque tem ligação direta com o judiciário”, condena.



Ele informa que Lula, como um legítimo torcedor brasileiro, está usando uma camisa amarela para saudar a seleção brasileira, “mas não com a sigla da CBF”, afirma Wadih.

Wadih, que tem visitado Lula frequentemente na Polícia Federal em Curitiba, considera que, no que tange o posicionamento de Lula a respeito da regulamentação da mídia, a proposta será encaminhada. “Lula não será paz e amor com a Globo”, reitera.