em Denúncias

Ex-assessor de Flávio comprou terreno de Bolsonaro em dinheiro vivo

24/09/2020

O coronel da reserva Guilherme dos Santos Hudson pagou R$ 38 mil em dinheiro por um terreno em Resende (RJ), em 2008. O militar é apontado pelo MP-RJ como funcionário “fantasma” do antigo gabinete de Flávio Bolsonaro (Republicanos) na Assembleia Legislativa do Rio




247 – O coronel da reserva Guilherme dos Santos Hudson pagou R$ 38 mil em dinheiro por um terreno em Resende (RJ), em 2008. O militar é investigado no inquérito das rachadinhas e apontado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro como funcionário “fantasma” do antigo gabinete de Flávio Bolsonaro (Republicanos) na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) – o parlamentar era deputado estadual antes de ser eleito para o Senado em 2018.
 

LEIA TAMBÉM:

 

Flávio Bolsonaro foge de acareação e aparece dançando em programa de Sikêra Jr
 

MP identifica milhões em dinheiro vivo em negócios de Flávio Bolsonaro
 

A propriedade tem piscina, sauna, bar, salão de festas, campo de futebol, quadras de esportes e spa. Os vendedores do terreno foram o então deputado federal Jair Bolsonaro e Ana Cristina Siqueira Valle, sua segunda ex-mulher. Em valores corrigidos pelo IPCA, os R$ 38 mil representariam R$ 71 mil. A informação foi publicada em reportagem do jornal O Estado de S.Paulo.




Bolsonaro e Ana Cristina adquiriram o imóvel em novembro de 2003, pelo mesmo valor que o venderam após a separação. Não houve reajuste por valorização do terreno ou pela inflação de 28,76%, de acordo com o IPCA – o que equivaleria a pouco mais de R$ 10 mil. O documento não informa se houve sinal antecipado, nota promissória ou dívidas para pagamentos futuros.

Seja um apoiador do nosso site, contribua pelo Paypal

 
Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Clique aqui e receba nossas notícias pelo seu Telegram
 
Siga nosso Twitter:

Siga nosso Instagram
 

Inscreva-se no nosso Canal de Youtube :

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->