em Economia

Fraude: Lojistas dizem que alta nas vendas do Natal é fake news

“A pesquisa da Alshop é falsa, é fake news. Ela está gerando desconforto e revolta entre os lojistas”, disse Tito Bessa Júnior, que é presidente da Associação Brasileira dos Lojistas Satélites e fundador da rede TNG. Segundo ele a pesquisa da Alshop é uma fraude e foi manipulada com segundas intenções




A Associação Brasileira dos Lojistas Satélite (ABLOS)  contesta dados que falam em aumento de vendas no Natal, divulgada pela ALSHOP, associação que reúne

A Associação Brasileira de Lojistas Satélite (ABLOS)  reúne cerca de 105 mil pequenos lojistas de shopping e atuam em 563 shoppings, gerando mais de 1 milhão de empregos.




Os dados contestados pela ABLOS são a de que vendas do varejo de Shopping teriam subido cerca de 9,5 % no Natal e o crescimento anual das vendas teria sido de 7,5%.

“Para mim, é um dado plantado” afirma Tito Bessa Jr, que é presidente da Ablos e fundador da rede TNG.

Matéria do jornal Folha de S. Paulo destaca que “Bessa Jr. diz que planeja processar a Alshop e questionar a fonte da informação divulgada sobre o crescimento das vendas de Natal. A pesquisa interna da Ablos, segundo Bessa Jr., apontou que 70% das lojas tiveram desempenho pior ou igual a 2018 e 30% disseram que melhorou pouco. “Mas esse pouco é 2% ou 1,5%. Não tem 9% de melhora. Pode ter acontecido pontualmente com alguém, mas falar que o varejo cresceu 9,5% é uma mentira”, diz o empresário.”

LEIA TAMBÉM:

“Nao sei de onde eles tiraram esse numero, tenho conversado com varios lojistas e os mesmos disserem que tiveram queda”, afirma Ângelo Campos, diretor da MOB.




Na Folha, diversos empresários lojistas de Shopping contestaram os dados que falam em aumentos das vendas do Natal, entre eles Fernando Kherlakian, diretor da rede Khelf, segundo ele:

“”A gente teve uma queda de 2% e eles estão falando que o mercado em geral cresceu 9%. Não é real isso”, diz.

 

 

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->