em Denúncias

Hospital que operou Bolsonaro após facada fica sem R$ 2 mi que ele prometeu

Carlos Eduardo Cherem no UOL informa que, quando ainda era candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL) decidiu destinar R$ 2 milhões de sua verba parlamentar como deputado federal pelo Rio para a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG). O gesto foi parte de um agradecimento pelo atendimento do hospital após o ataque a faca sofrido durante a campanha eleitoral, em 6 de setembro, há quase um ano.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

De acordo com a publicação, a Santa Casa, no entanto, confirmou que “ainda” não recebeu nenhuma das emendas impositivas destinadas à instituição. “Acreditamos que até o fim de 2019 elas [o dinheiro das emendas] cheguem. Baseados em nossas experiências anteriores, os prazos estão dentro do esperado”, afirmou em nota a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora nesta terça-feira (27). À época como deputado, Bolsonaro podia direcionar R$ 15,4 milhões em emendas ao Orçamento federal de 2019. Essas emendas foram apresentadas em 2018 e teriam de ser empenhadas, liquidadas e pagas pelo Executivo no ano seguinte. Isso quer dizer que o governo federal não está pagando uma emenda parlamentar do próprio Bolsonaro.



O presidente chegou a dizer que “nasceu de novo” no hospital mineiro. À época, ele também quis doar para a instituição uma parte da arrecadação de sua campanha eleitoral, o que acabou não ocorrendo porque a legislação não permite isso, completa o portal.

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->