FOTO: Valter Campanato/Agência Brasil e reprodução Twitter

Joice mostra como bolsonaristas usam dinheiro público para espalhar fake news

A deputada Joice Hasselmann (PSL/SP) denuncia na CPMI das Fake News, que a rede bolsonarista que espalha ódio e fake news pelas redes é sustentada com DINHEIRO PÚBLICO, ao menos R$ 491 mil usados para espalhar fake news pela ala bolsonarista.  A tal verba é comandada e destinada pelo “gabinete do ódio”.



Joice Hasselmann (PSL/SP) denuncia que o principal  coordenador da rede de ataques virtuais é Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), que foi suspenso pelo partido por um ano. A parlamentar fez um Power Point,  no Power point, Joice trouxe prints de conversas de Whatsapp, em que mostram como eles atuam para atacar quem discordar de Bolsonaro, mostra o jornalista George Marques em seu twitter.






Uma vez identificado o alvo, notícias falsas e montagens são criadas e eles enviavam a multiplicadores no Whatsapp, “a partir deste momento não tem mais volta”, depois eles ativariam robôs que espalham notícias falsas pela internet. Além do Power Point, ela trouxe nomes, RGS,  salários, conversas printadas e outros, com o uso de dinheiro público para criar falsas narrativas pró-Bolsonaro e contra seus adversários, mostra George Marques.

 

A deputada diz que as contas contas oficiais do presidente Jair Bolsonaro e de seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, contam com 1,87 milhão de robôs. Deputados bolsonaristas temem que as denúncias de Joice, atinjam em cheio o governo Bolsonaro.

VEJA AO VIVO:



 

Com informações do Congresso em Foco