Lula diz que Youssef é “bandido de estimação” de Moro, que voltou a ser doleiro

O ex-presidente Lula, através da sua conta no Twitter administrada por sua equipe, condenou o fato de que o doleiro Alberto Youssef, condenado a 122 anos anos de cadeia pela prática de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção passiva, já estar novamente na praça, atuando livremente com sua antiga atividade, a negociação de dólares; “Responsável por desviar bilhões, o bandido de estimação do ex-juiz Moro que o perdoou duas vezes, e que o grampeou por oito anos, já está livre, leve e solto e volta a negociar com dólar. Enquanto isso Lula está preso sem provas”, denunciou

247 – O ex-presidente Lula, através da sua conta no Twitter administrada por sua equipe, condenou o fato de que o doleiro Alberto Youssef, apenas dois anos após ser liberto, já estar novamente na praça, atuando livremente com sua antiga atividade, a negociação de dólares.

“Responsável por desviar bilhões, o bandido de estimação do ex-juiz Moro que o perdoou duas vezes, e que o grampeou por oito anos, já está livre, leve e solto e volta a negociar com dólar. Enquanto isso Lula está preso sem provas”, denunciou.

Entenda o caso

Depois de cumprir apenas dois anos e oito meses de prisão em regime fechado, o doleiro Alberto Youssef deixou carceragem da Polícia Federal no dia 17 de novembro de 2016, antes do prazo mínimo previsto no acordo de colaboração premiada firmado com o Ministério Público Federal (MPF). Ao lado do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, Youssef foi um dos primeiros investigados na Lava Jato a fechar acordo de delação.

Pela prática de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção passiva, Youssef, apontado como o homem que ajudou a lavar os recursos ilegais, cuja fraude chegou a US$ 28 bilhões, foi condenado a 122 anos de cadeia. No entanto, com a delação, ficou menos de três preso e seguiu para sua residência, onde ficou apenas cinco meses com a tornozeleira eletrônica.

Receba nossas notícias no seu Whatsapp

Receba nossas notícias no seu Telegram