em Denúncias

Moro já disse que ele na política colocaria em xeque a Lava Jato

Ministro da Justiça de Jair Bolsonaro, que se tornou presidente da República porque o ex-presidente Lula foi preso e arrancado do processo eleitoral, o juiz Sergio Moro declarou, em entrevista recente, que sua entrada para a política fere a integridade do seu trabalho na operação Lava Jato. Por isso mesmo, Lula pedirá um novo habeas corpus, alegando que Moro sempre fez política – e não justiça. Além disso, em vídeos, diversos juristas denunciaram a parcialidade política de Moro. Confira o vídeo de Moro e dos juristas




247 – Ministro da Justiça de Jair Bolsonaro, que se tornou presidente da República porque o ex-presidente Lula foi preso e arrancado do processo eleitoral, o juiz Sergio Moro declarou, em entrevista recente, que sua entrada para a política fere a integridade do seu trabalho na operação Lava Jato. “Não seria apropriado”, disse Moro, lembrando que sua ação política contribuiria para a quebra da confiança nas instituições.

Por isso mesmo, Lula pedirá um novo habeas corpus, alegando que Moro sempre fez política – e não justiça. Além disso, em vídeos, diversos juristas denunciaram a parcialidade política de Moro. “A formalização do ingresso do juiz Sérgio Moro na política e a revelação de conversas por ele mantidas durante a campanha presidencial com a cúpula da campanha do Presidente eleito provam definitivamente o que sempre afirmamos em recursos apresentados aos tribunais brasileiros e também ao Comitê de Direitos Humanos da ONU: Lula foi processado, condenado e encarcerado sem que tenha cometido crime, com o claro objetivo de interditá-lo politicamente. É o lawfare na sua essência, uma vez que Lula sofre uma intensa perseguição política por meio do abuso e do mau uso das leis e dos procedimentos jurídicos. A Defesa tomará as medidas cabíveis no plano nacional e internacional para reforçar o direito de Lula a um julgamento justo, imparcial e independente”, diz o advogado Cristiano Zanin Martins.



Confira o vídeo de Moro:

Receba nossas atualizações direto no Whatsapp

Receba nossas atualizações no Telegram

Comments are closed.