Shell que comprou blocos do pré-sal,acusada de pagamento de propina na Nigéria

A petroleira Shell, que comprou blocos do pré-sal a preço de banana (preços abaixo do valor de mercado), que foi uma das primeiras petroleiras a  elogiar a abertura do pré-sal com a queda de Dilma (leia qui) está sendo acusada agora de pagamentos de propina na Nigéria,  para obter vantagens naquele país com exploração de petróleo.




Cabe lembrar também o “presentão” de Temer para as petroleiras estrangeiras no valor de 1 trilhão de reais em isenção de impostos de petroleiras estrangeiras. Somando-se ao fato que o The Guardian que mostra lobby e possível corrupção do governo Temer para a entrega do pré-sal.

Valor Econômico

ABUJA (NIGÉRIA) E MILÃO  –  As petroleiras anglo-holandesa Royal Dutch Shell e a italiana Eni estão envolvidas em um escândalo de corrupção na Nigéria, acusadas de pagar suborno para conseguir acesso a campos de petróleo do país.




P.S do Falandoverdades: Julian Assange do Wikileaks mostra como as petroleiras estrangeiras comemoraram a queda de Dilma e como se beneficiaram da mudança nas regras do pré-sal com o Impeachment: