em Vídeo

Vídeo: Flávio Bolsonar diz que votou “por engano” no aumento do fundo eleitoral





Para inflar números do fundo eleitoral e inflar recursos de campanhas municipais, haverá cortes na saúde, educação e infraestrutura

Flávio Bolsonaro, diz que “se enganou” ao votar a favor do fundo eleitoral  e que “não prestou” atenção na votação que apreciava os vetos a mini-reforma eleitoral, que a Câmara e Senado votaram e que garantiram o aumento do fundo eleitoral em 2020.




”Acabei dando um voto para derrubar esse veto, quando na verdade o voto deveria ter sido para manter o veto”, disse Flávio Bolsonaro, em vídeo publicado em seu canal de Youtube. O fundo eleitoral para o próximo ano será de R$ 3,8 bilhões.

O novo valor é 120% maior que o total de verbas públicas destinadas as campanhas eleitorais de 2018.

Flávio disse que pegou uma colinha de votos, distribuída pela liderança do governo, Major Olímpio. “Eu peguei essa folha e não chequei exatamente esse ponto principal”, afirmou no vídeo.

LEIA TAMBÉM:

Informações da Folha de São Paulo, mostram que o aumento do fundo leitoral, só foi possível com redução de despesas em vários  Ministérios, com impacto social, como da saúde, em que o corte foi de R$ 500 milhões, educação cerca de R$ 280 milhões.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Flávio Bolsonaro, disse que mesmo tendo votado por “engano” no aumento do fundo eleitoral, ele não irá “usar o fundo eleitoral”. Depois de votar por engano, segundo o mesmo, ele diz que não irá usar o fundo eleitoral…

CONFIRA:



Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->