Avaliação negativa de Bolsonaro cresce 7 pontos em um mês, mostra XP/Ipespe

Infomoney

SÃO PAULO – Antes de completar 3 meses de governo, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) teve sua primeira queda no nível de aprovação e elevação de rejeição junto à população. É o que mostra a quinta pesquisa mensal da série XP/Ipespe, realizada entre os dias 11 e 13 de março.


Segundo o levantamento, as avaliações positivas (“ótimo” ou “bom”) do presidente caíram de 40% em fevereiro para 37%, ao passo que as negativas (“ruim” ou péssimo”) saltaram de 17% para 24% no mesmo período. Já o grupo de eleitores que veem o governo como “regular” se manteve em 32%, enquanto 8% não souberam ou não quiseram opinar.

O nível de “ótimo” ou “bom” atribuído à gestão Bolsonaro em março é mais baixo do que o registrado por outras pesquisas durante os governos de Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso (primeiro mandato), Luiz Inácio Lula da Silva (os dois mandatos) e Dilma Rousseff (primeiro mandato) em momentos similares.

Leia a matéria completa no Infomoney