Imagem: Página 12

Bolívia em chamas: 4 mortos em Cochabamba, em protesto contra o golpe de estado

Ao menos 4 pessoas foram mortas, nessa sexta-feira em protesto contra o golpe de estado no país. Cocaleros (movimento indígena camponês, protetores da folha de Coca)marchavam em Cochabamba quando foram duramente reprimidos por forças de segurança, do governo de fato, sob o comando da auto-proclamada presidente Jeanine Áñez.



Segundo informações de meios locais bolivianos e da TV Russa (RT) , camponeses da província de Chapare (Norte do departamento de  Cochabamba), que apoiam Evo Morales, tentaram atravessar a ponte de Huayllani, que liga a cidade de Sacabe com Cochabamba, quando toparam com policiais que impediram sua passagem e entraram em conflito.

Cochabamba ao centro de verde no mapa, próxima a Santa Cruz de La Sierra

LEIA TAMBÉM: Congresso Boliviano mantém reconhecimento a Evo Morales como presidente da Bolívia

 

Atenção cenas fortes a seguir que estão repercutindo no mundo todo: