em Política

Bolsonaro como palhaço Bozo em desfile do Carnaval do Rio

O carnaval do Rio de Janeiro abriu com uma crítica ao presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido).  A ”homenagem” a Bolsonaro ocorreu com a escola de samba  da Vigário Geral. Uma crítica a Bolsonaro, que deve ter irritado o clã, mas que tem visibilidade mundial e um forte impacto simbólico na política nacional, afinal a política além de tudo é feita de símbolos.




Da revista Fórum – Foi dada a largada dos desfiles do Carnaval de 2020 na Sapucaí. Um grande Bozo, ele mesmo, palhaço, usando uma faixa presidencial e fazendo arminha com a mão, fez parte do desfile da Acadêmicos de Vigário Geral. O enredo é “O conto do vigário”.

LEIA TAMBÉM:

A presidenta da Vigário Geral criticou Crivella, prefeito do Rio. Elizabeth Cunha contou ao jornal O Globo que a escola precisou pedir ajuda às co-irmãs para colocar o carnaval na rua em 2020. “os últimos anos têm sido muito difícil, principalmente, para a Série A”, disse ela.



Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

 

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->