Bolsonaro diz que “passar fome no Brasil é uma grande mentira”

RIO — O presidente Jair Bolsonaro afirmou , na manhã desta sexta-feira, que não há fome no Brasil. Durante café da manhã com correspondes de jornais estrangeiros, o chefe do Planalto disse que “não se vê gente, mesmo pobre, pelas ruas, com físico esquelético” e criticou o que chamou de “discurso populista”.



— Falar que se passa fome no Brasil é uma grande mentira. Passa-se mal, não come bem. Aí eu concordo. Agora, passar fome, não. Você não vê gente pobre pelas ruas com físico esquelético como a gente vê em alguns outros países por aí pelo mundo — disse Bolsonaro.

(Assista, no vídeo abaixo, a partir de 5:20)

Relatório do Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina e Caribe 2018, divulgado em novembro do ano passado pela ONU, mostrou o crescimento da fome no Brasil . O estudo estimou que a desnutrição alcançou até 5,2 milhões de brasileiros entre 2015 e 2017, ante os 5,1 milhões calculados para os triênios 2014-2016 e 2013-2015 e os 5 milhões, de 2010-2012. No triênio 2000-2002, 18,8 milhões de brasileiros sofriam com a fome.




Depois do encontro com correspondentes no Panalto, no qual também negou a volta da CPMF , Bolsonaro se irritou ao ser questionado por outros jornalistas sobre as declarações sobre a fome. Ele recuou e reconheceu que “alguns passam fome” .

— Olha, o brasileiro come mal. Alguns passam fome. Agora, é inaceitável um país tão rico como o nosso, com terras agricultáveis, água em abundância, até o semi-árido nordestino tem uma precipitação pluviométrica maior do que Israel — declarou o presidente, no fim da manhã.

(…)

O Globo