Bolsonaro com evangélicos, sua base aliada no Congresso.

Bolsonaro publica vídeo em que pastor o aponta como ‘escolhido’ por Deus para governar o Brasil

Jornal do Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) publicou nas redes sociais, neste domingo (19), um vídeo em que um pastor francês o aponta como o “escolhido por Deus” para governar o Brasil. Na sua conta no Facebook, o presidente afirmou que “existe uma mudança de paradigma na política”, e que quem deve ditar os rumos do país é o “povo”.

“- Pastor francês expõe sua visão sobre o futuro do Brasil.



– Não existe teoria da conspiração, existe uma mudança de paradigma na política.

– Quem deve ditar os rumos do país é o povo! Assim são as democracias.”, escreveu Bolsonaro.

No vídeo, o pastor Steve Kunda destaca: “Na história da bíblia, houve políticos que foram estabelecidos por Deus. Um exemplo é quando falam do imperador da Pérsia, Ciro. Antes do seu nascimento, Deus fala através de Isaías: ‘Eu escolho meu servo Ciro’. E senhor Jair Bolsonaro é o Ciro do Brasil. Você querendo ou não.”




O vídeo foi gravado há mais de um mês e divulgado no dia 10 de abril no site da Rede Super. O programa em que o pastor é entrevistado é apresentado pelo pastor Cássio Miranda na Rede Super, emissora de televisão com sede em Belo Horizonte que pertence à Igreja Batista da Lagoinha. A rede é comandada pelo ex-deputado estadual Dalmir de Jesus e outros quatro deputados, além da empresária Liliane Hermeto.

LEIA TAMBÉM:

“Eu não moro aqui. Mas falo da parte de Deus. Vocês aceitando ou não, você seja de esquerda ou de direita, o senhor Jair Bolsonaro é o Ciro do Brasil. Deus o escolheu para um novo tempo, para uma nova temporada no Brasil. Não passe o seu tempo criticando. Juntem as forças e sustentem esse homem. Orem por ele, encorajem-no, não façam oposição”, disse o pastor.

“Ele tem uma visão nacional para emancipação do País, para emancipação da nação. Sustentem esse homem, apoiem-no. Deus falou que os dois primeiros anos dele não vão ser fáceis. Mas a mão de Deus está com ele porque vai cortar muitos obstáculos, muitas opressões. Mas foi Deus quem o escolheu”, acrescentou o pastor.