em Denúncias

Bolsonaro sobre coronavírus: “Fantasia”,”pequena crise”,”imprensa aumenta”

Para relembrar como o bolsonarismo vive uma realidade paralela, ou talvez use seu discurso para tentar justificar a incapacidade do governo diante de crises. Após a OMS declarar o Covid-19 como Pandemia global, a primeira reação de Bolsonaro foi dizer :”Outras gripes mataram mais que isso aí”, porém poucos dias antes, chegou a dizer que o coronavírus era “fantasia”, uma “pequena crise” e que a imprensa nacional e global “aumentavam muito” e que não era tudo isso, diante de um vírus que em janeiro estava concentrado na China e agora já tem mais de 68 casos no Brasil, vemos que o bolsonarismo vive uma realidade paralela.




A fala sobre o Coronavírus foi dita na Conferência Internacional em Miami antes dele embarcar de volta para o Brasil. Bolsonaro postou parte do seu discurso em suas redes sociais, onde chegou  dizer que o coronavírus era mais “fantasia”

“Obviamente, temos no momento uma crise, uma pequena crise, né? No meu entender, é muito mais fantasia a questão do coronavírus, que não é isso tudo que a grande mídia propala ou propaga pelo mundo todo. Outra, alguns da imprensa, conseguiram fazer, de uma crise, a queda do preço do petróleo. Entendo que daria muito mais, é melhor cair 30% do que subir 30% o preço do petróleo. Mas isso não é crise. Obviamente, problemas na bolsa, isso acontece esporadicamente“, afirmou Bolsonaro.




Após a Organização Mundial da Saúde dizer que o coronavírus é uma pandemia global, Bolsonaro voltou a “minimizar” e disse que  outras gripes mataram mais que isso aí.

LEIA TAMBÉM: Secretário de Bolsonaro volta dos EUA com suspeita de coronavírus

Isso mostra que o Bolsonarismo vive de mentiras, teorias conspiratórias e tentando negar a realidade ou tentando transferir a culpa administrativa e sua incompetência para outros.

O jornalista Bernardo Mello Franco, em sua coluna do jornal O Globo diz que Bolsonaro prova que adora sua própria ignorância e que desconhece a gravidade do vírus :

A pandemia pôs o planeta em alerta, mas não parece preocupar Jair Bolsonaro. Na terça-feira, ele disse que o assunto não passa de “uma pequena crise”. “No meu entender, muito mais fantasia. A questão do coronavírus não é isso tudo que a grande mídia propala”, opinou.



As declarações mostram um presidente desconectado do mundo real. Enquanto outros líderes anunciam medidas contra a doença, Bolsonaro tenta negar sua gravidade. Nas horas vagas, brinca de colorir. Foi o que ele fez ao se exibir com um pincel diante de uma tela de Romero Britto, pintor preferido dos brasileiros em Miami.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | VK | Instagram

 

 

Comments are closed.