O presidente Jair Bolsonaro fala à imprensa após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, no ministério.

Economistas de Bolsonaro querem aumentar imposto de comida, remédio, poupança e outros

Segundo informações da Folha de São Paulo, em artigo de Vinícius Torre, economistas de Jair Bolsonaro, planejam diminuir a isenção fiscal sobre remédios, poupança, comida , cesta básica e outros. Isso em termos práticos, irá elevar os impostos sobre esses itens que são de suma importância para a maioria dos brasileiros.



As medidas já são públicas em alguns jornais, no entanto, segundo se comenta, Bolsonaro ainda não “teria conhecimento” das tais medidas. O rendimento da caderneta da poupança passaria a pagar impostos, o desconto para pessoas físicas por despesas de saúde e educação seriam reduzidos (a isenção total é de uns R$ 20 bilhões).

Leia o artigo completo na Folha de São Paulo

Baixe nosso aplicativo na Play Store