Eduardo Bolsonaro, nos EUA, exalta Trump a construir o muro anti-mexicanos

Tijolaço

O lugar não poderia ser mais “apropriado”: o Trump National Golf Club Mar a Lago, resort de luxo de propriedade do presidente norte-americano em Palm Beach, Flórida, onde tem aposentos particulares aos quais chama de “Casa Branca de Inverno”.

Foi lá, no final de semana, que Eduardo Bolsonaro, o “Filho 03” do presidente, defendeu publicamente uma das mais polêmicos e antipáticos projetos do governante dos EUA, a construção de um muro na fronteira com o México, cercando como a animais os imigrantes daquele país.

Leia também:

“Dono”, junto com Olavo de Carvalho, do patético Ministro das Relações Exteriores do Brasil, o “diplomata” Eduardo disse que, em 2016, quando estava surfando no México e, ao declarar que votaria em Donald Trump, se pudesse, espantou um casal de americanos que estava na praia porque o republicano tinha dito que construiria este “Muro da Vergonha”. E ele explicou que não ia ilegalmente para os EUA.

Portanto, “construam o muro”, recomendou.

Ele disse que, por ter trabalhado na fronteira entre Brasil e Bolívia, como escrivão da PF, “sabe como as coisas funcionam”. Não deve ser tão simples como fechar o STF com um cabo e um soldado, não é?

É de cuidar de, quem sabe, ele queira fazer um muro por lá, também.

Por enquanto, faz apenas um desastre para nossa diplomacia.

Veja o vídeo, postado por ele mesmo e aplaudido pelos minions, muitos deles loucos para emigrar para os EUA, nem que seja ilegalmente.

É deprimente o papel a que esta gente submete o Brasil.

Veja o vídeo: