El País é o primeiro veículo internacional a confirmar veracidade das mensagens divulgadas pelo Intercept

Neste domingo (14), o The Intercept Brasil liberou mais uma parte da série de reportagens Vaza Jato. Mesmo com as matérias que divulgaram mensagens do ex-juiz Sérgio Moro e do procurador da República Deltan Dallagnol, os apoiadores de Moro e o próprio ministro defendem que as mensagens são falsas.



Também neste domingo, o El País divulgou uma matéria em que atesta a veracidade das mensagens, se tornando o primeiro veículo internacional a confirmar a confiabilidade do conteúdo publicado pelo Intercept.

LEIA TAMBÉM:

Segundo a matéria, o El País obteve ajuda de uma fonte externa que deu acesso ao jornal de parte do arquivo de mensagem de uma das conversas do Telegram divulgadas nas reportagens da Vaza Jato. O El País então comparou as mensagens da fonte com as da divulgadas no site do Intercept: “O conteúdo é idêntico”, afirma.




“As informações são as mesmas em ambos os chats e mostram o dia a dia de conversas de trabalho entre procuradores, assessores, imprensa e jornalistas”, continua a matéria.

A reportagem também confirmou a veracidade do arquivo que recebeu ao ver mensagens enviadas pelo El País aos procuradores com pedidos de informações sobre a Operação Lava Jato.

A consulta aos arquivos de mensagens, segundo a matéria, é “artesanal”, com tantas conversas e mensagens que fazem com que “o processo de entrevista dos dados seja lento e bastante trabalhoso”.

Outro fator que comprova que o conteúdo das mensagens é verdadeiro é a presença de assuntos do dia a dia, como relata o El País: “A maioria das conversas traz apenas conteúdos corriqueiros que, certamente, não geram interesse público, logo, não haveria motivo para terem sido inventadas.”



Em seguida, a reportagem aborda mensagens que possuem textos feitos para serem enviados à imprensa e a sua repercussão em veículos como a Folha. A reportagem completa pode ser lida no site do El País.