em Política

Emissoras evangélicas receberam mais de 30 milhões do governo Bolsonaro

A SECOM– Secretaria de Comunicação da Presidência gastou mais e R$ 30 milhões em campanhas veículadas em rádios e tvs de líderes religiosos que apoiam o presidente Jair Bolsonaro. O levantamento foi feito pela Agência Pública, que identificou verbas públicas em ações publicitárias em cinco  veículos ligados a pastores evangélicos.




Reportagem levantamento feito pela Agência Pública, mostra que os pastores de Bolsonaro,receberam 10% da fatia de verbas da Secretária de Comunicação da Presidência, ou seja cerca de 30 milhões de reais. Os pastores estiveram com Jair Bolsonaro no início de  junho dizendo  que estavam lá para “interceder pela nação e levantar um clamor pelo Brasil”, como afirmou Silas Malafaia, um dos organizadores do encontro.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

A reportagem ainda destaca que os veículos da Igreja Universal do Reino de Deus, do Bispo Edir Macedo foram as mais contempladas pelas verbas da SECOM.  A Tv Record e Record News, receberam juntas 28,2 milhões de reais e 1 milhão.




O levantamento da agência também apurou que maior parte da verba foi para promover a reforma da Previdência. O governo teria contratado cerca de R$ 11 milhões em ações apenas na emissora de Edir Macedo. Além de promover o programa de arrochos na aposentadoria dos brasileiros, o governo também anunciou na Record para promover ”agenda positiva”, com prestação de contas e ações para divulgar uma boa imagem do governo.

LEIA TAMBÉM: Pastor Valdemiro Santiago vende semente de R$ 1 mil e promete cura da COVID

VÍDEOS RELACIONADOS:
Inscreva-se no nosso Canal:

Além de Edir Macedo há outros pastores linhas de frente que receberam uma boa fatia de verba pública.

Leia a reportagem completa e os dados na Agência Pública

Quer ajudar nosso site? Faça uma doação pelo Paypal é seguro e simples:




Siga nosso Twitter:

 

Instagram siga Falandoverdades no Instagram

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->