Feliciano ameaça pedir impeachment de Mourão por “conspiração contra Bolsonaro”

Revista Fórum

No Twitter, o deputado disse que o vice-presidente deve ser discreto, leal, parar de causar tumulto e de pensar no próprio umbigo

O deputado federal evangélico Marco Feliciano (PODE-SP) ameaçou protocolar pedido de impeachment contra o vice-presidente da República caso o General Hamilton Mourão (PRTB) mantenha o que o parlamentar chama de “comportamento indecoroso” por supostamente conspirar contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Em sua conta no Twitter, nesta segunda-feira (08), Feliciano criticou o vice por querer “escolher o ministério”, com base em nota publicada por um site de notícias de extrema direita.

As frequentes discordâncias públicas de Mourão sobre declarações e posições de Bolsonaro também foram alvo de queixas do deputado fundamentalista.

“São crimes de responsabilidade contra a probidade na administração: proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo.” Pergunto, há algo mais indigno q a conspiração contra @jairbolsonaro?”, questionou Feliciano em uma da sequência de postagens contra o general da reserva.

Falando em “comportamento indigno” e em desrespeito à hierarquia, o deputado pediu que Mourão “seja discreto e leal”, “pare de causar tumulto, pense na Nação e não apenas no próprio umbigo”.

Após as publicações, Feliciano recebeu apoio de bolsonaristas, mas também foi alvo de chacota.