Filha de suspeito de matar Marielle foi namorada de filho de Bolsonaro

Valor Econômico

RIO – O delegado responsável pela investigação do assassinato da vereadora do Psol Marielle Franco, Giniton Lages, afirmou que uma filha de Ronnie Lessa, preso hoje como suspeito do crime, foi namorada de um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro.

“Isso tem [namoro entre os dois], mas isso, para nós, hoje, não importou na motivação delitiva. Isso vai ser enfrentado num momento oportuno. Não é importante para esse momento”, disse Lages, sem entrar em detalhes sobre o relacionamento.

Leia também:

Ronnie Lessa mora no mesmo condomínio do presidente da República e de seu filho Carlos Bolsonaro, na Barra da Tijuca, onde foi preso nesta manhã. Os outros filhos de Jair Bolsonaro são o senador Flávio e o deputado federal Eduardo Bolsonaro. Além desses, Bolsonaro tem um filho do segundo casamento chamado Jair Renan, de 20 anos.

Na entrevista, com a presença do governador Wilson Witzel, o delegado afirmou que as dúvidas que restam em relação ao assassinato de Marielle e do motorista Anderson Gomes serão respondidas na segunda fase da investigação, sobretudo quem foi o mandante do crime.

Ronie Lessa atuava na guarnição de tenente que foi mandante da morte da juíza Patrícia Acioly, informa o Jornal Extra

Marielle e Anderson foram mortos com 13 tiros. De acordo com o delegado, Ronnie Lessa tem perfil de alguém que praticou crime de ódio. O suspeito, aponta a investigação, fez diversas pesquisas sobre personalidades políticas ligadas à esquerda, como o deputado federal Marcelo Freixo (Psol), então deputado estadual e adversário político da família Bolsonaro.

O delegado Giniton Lages disse, porém, que a relação entre a família do presidente e o acusado “não foi confirmada, nem foi objeto da investigação”.

Veja a parte da coletiva de imprensa em que o delegado fala sobre: