Gás de cozinha aumenta 3,4%

UOL

A Petrobras anunciou um aumento médio de R$ 0,0577 por litro no preço do diesel em suas refinarias a partir deste sábado (4), para R$ 2,3047 por litro, em média, enquanto as cotações da gasolina foram mantidas inalteradas, segundo informações divulgadas hoje no site da companhia.



O reajuste, de 2,57%, é o primeiro praticado pela petroleira para o diesel desde 18 de abril, quando os preços subiram 4,8%.

Petrobras leva em consideração em sua política de preços o chamado Preço Paridade Internacional (PPI), influenciado por fatores como câmbio e o preço do barril de petróleo no mercado internacional. A companhia utiliza ainda mecanismos de proteção através de derivativos financeiros para reduzir a frequência dos reajustes.



Gás de cozinha sobe 3,4%

A Petrobras também anunciou um aumento médio de 3,4% no preço do GLP (gás liquefeito de petróleo) de uso residencial, o gás de cozinha, para R$ 26,20 por botijão de 13 quilos, na média nacional. O reajuste entra em vigor a partir de domingo (5).

O último reajuste do gás de cozinha foi em fevereiro, quando os preços subiram cerca de 1%.

A companhia disse que os ajustes no preço do GLP-P13 acontecem trimestralmente para suavizar impactos da volatilidade no mercado externo sobre os valores domésticos.

Segundo a Petrobras, o mecanismo de reajuste concilia, de um lado, a necessidade de praticar preços para o GLP referenciados no mercado internacional e, de outro, resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) que reconhece “como de interesse para a política energética nacional” a comercialização do produto.

(Com Reuters)