Crédito: Reprodução/VEJA

Líder do PSL diz: “Quintal de Bolsonaro também está sujo. E o filho dele?”

O líder do PSL na Câmara dos deputados, Delegado Waldir, reagiu hoje á declarações do presidente Jair Bolsonaro, que indicou que poderia deixar o partido. Falou sobre o filho do presidente que estaria sendo investigado, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Clique aqui e receba nossas notícias  no seu Whatsapp

Em entrevista á Revista Época, o deputado falou sobre Bolsonaro: “Como você fala do quintal alheio se o seu quintal está sujo? As candidaturas em Minas Gerais e Pernambuco estão sendo investigadas. Mas o filho do presidente também”.



Bolsonaro teria dito hoje a apoiador para “esquecer o PSL” e que o presidente do partido “estaria queimado”, as imagens foram gravadas por apoiador de Bolsonaro e publicadas em uma conta de Youtube. O deputado federal Delegado Waldir, afirmou que Bolsonaro “não está algemado ao PSL” e que as candidaturas majoritárias eleitas pelo partido, tem “liberdade para trocar de partido”.

Com informações do UOL

Baixe nosso aplicativo na Play Store e fique atualizado