em Perda de direitos

MEC de Bolsonaro já estuda o fim do ENEM

Alvo de pedido de Impeachment, o Ministro da Educação conduziu uma tragédia no MEC com o SISU e o ENEM. O governo Bolsonaro agora estuda como acabar com  o ENEM. Eles querem um exame que seja dividido durante os três anos .




Depois da tragédia no ENEM e no SISU, sob o comando do MEC de Abraham Weintraub, o governo Bolsonaro já estuda o fim do ENEM, eles querem fazer provas distribuídas entre os três anos do ensino médio regular, tecnicamente isso seria o fim do ENEM.

As notas diluídas dos estudantes, durante as três provas, seria então somada e iriam compor a nota do estudante para vagas do ensino superior. O estudante teria que fazer provas durante todos seus anos do ensino médio e a nota diluída, após isso.




A idéia é começar esse novo modelo já em 2021, para alunos  do 1º ano de maneira bem gradual.

LEIA TAMBÉM:

Segundo reportagem de Renata Mariz, publicada no Jornal O Globo nesta quarta-feira (5), diz que : ” destaca que “o cronograma inicialmente traçado prevê a incorporação das turmas de 2º ano em 2022 e as de 3º ano em 2023, quando todo o ciclo regular do ensino médio estaria sendo atendido. Escolas públicas e privadas passariam pelo exame seriado.”

A matéria também diz que”áreas técnicas do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foram informadas da proposta para analisarem a viabilidade de sua implementação. As mudanças seriam feitas paralelamente aos planos de introduzir de forma gradual o Enem digital, anunciado no ano passado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.”

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

Comments are closed.