Museu Nacional enfrentava corte de verba e tinha problemas de manutenção

Um incêndio de grandes proporções atinge o Museu Nacional do Rio na noite deste domingo (2).

Com 200 anos de história, o museu é o mais antigo do país e conta com um acervo de cerca de 20 milhões de objetos – agora destruídos pelas chamas.




Reportagens da Folha Ilustrada e do Extra, denunciam a falta de investimento e problemas de manutenção no espaço.

De acordo com as publicações, diversas salas de exposição estavam fechadas e menos de 1% do acervo era exposto ao público.

O prédio histórico da Quinta da Boa Vista, que abriga o museu, vinha enfrentando problemas com cupim, infiltração, paredes descascadas e inclusive fios elétricos expostos.




A instituição sofre com cortes no orçamento há anos. Desde 2014, não recebe integralmente a verba de R$ 520 mil anuais que bancam sua manutenção.

Até o momento, não se sabe o que causou o incêndio.

Receba nossas atualizações direto no Whatsapp