em Política

Queiroz depositou mais dinheiro na conta de Michelle Bolsonaro, afirma jornalista

O Jornalista Ricardo Noblat, postou na Revista Veja, que teve mais dinheiro depositado por Queiroz na conta de Michelle Bolsonaro, a matéria saiu do ar algumas horas depois, mas foi o suficiente para que outras pessoas lessem e jornais reproduzissem o conteúdo.  No texto, Noblat afirmou que chegaram informações ao governo do Rio, que a quantia depositada por Queiroz na conta de Michelle Bolsonaro seria maior que a que informaram.




“Chegou aos gabinetes mais importantes do Palácio da Guanabara, sede do governo do Rio de Janeiro, a informação de que foi maior do que se sabia o volume de dinheiro depositado por Fabrício Queiroz, ex-assessor do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, na conta de Michelle, a mulher do presidente Jair Bolsonaro e, há mais de um ano, primeira-dama do Brasil.” dizia a matéria da Veja, de Ricardo Noblat

Ainda não se sabe porque a matéria estaria fora do ar, o tweet da matéria no entanto encontra-se ainda no Twitter:

No Texto, que Noblat havia assinada se fala em quantia de 60 mil reais, ou um pouco mais. Segundo o texto de Noblat, o sigilo de Michelle não foi quebrado, mas o de Queiroz e outras 93 pessoas foi.

LEIA TAMBÉM:

O texto dizia que a descoberta rebateu um argumento de defesa de Bolsonaro:

“À época da descoberta do fato pelo Ministério Público do Rio, Bolsonaro disse que o dinheiro totalizou R$ 40 mil. Segundo ele, tratou-se de dinheiro que havia emprestado a Queiroz e devolvido em 10 suaves prestações mensais. Não explicou por que Queiroz precisara do empréstimo se tinha movimentado em sua própria conta mais de R$ 1 milhão só no ano passado.”





Quando soube-se de depósitos na conta de Michelle, Bolsonaro afirmou que Queiroz estava lhe pagando um empréstimo de 40 mil, no entanto o montante, que Noblat informou é maior que o empréstimo.

Com informações da Revista Fórum

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

Comments are closed.