Relação de Bolsonaro com Queiroz e os milicianos sumiu do noticiário

Diário do Centro do Mundo

Esperei um tempo para dizer o que para muitos parece óbvio. A Folha, O Globo e a Globo decidiram passar a encarar Bolsonaro numa boa.

Tudo em nome da reforma da previdência. A Folha não faz uma reportagem, uma só, sobre o caso dos Bolsonaros e as milícias há mais de mês.

LEIA TAMBÉM:

O Globo e a Globo também abandonaram o assunto. Bolsonaro é tratado com desdém, mas o jornalismo do grupo foi desativado.

A Folha, se sabe, mudou o comando de redação para que a cobertura do governo fosse mais branda. E a Rede Globo deve ter chegado a uma trégua.

Desejo que os dois grupos me desmintam mais adiante. Mas hoje não espero mais nada de nenhum. Só fazem o feijão com arroz, para dizerem que ainda são críticos do governo.

No Alegrete, diriam que se acadelaram