Sem registros de erros médicos dos profissionais cubanos no Brasil

Expresso Época

Em que pese a desconfiança do presidente eleito, Jair Bolsonaro, sobre o preparo dos médicos cubanos que atuam no Brasil por meio do programa Mais Médicos, o Ministério da Saúde afirma que, em cinco anos de atuação deles em solo brasileiro, não houve registros de erros médicos nem foram feitas denúncias nesse sentido.




Na semana passada, o governo cubano anunciou que abandonaria a parceria com o Brasil após Bolsonaro questionar a capacitação deles e aventar a possibilidade de exigir a revalidação dos diplomas dos cubanos.

Leia também: Médico cubano escreve a Bolsonaro e rebate “mentiras”

Há cerca de 8 mil médicos cubanos no Brasil.

Por Gabriel Hirabahasi

Receba nossas atualizações direto no Whatsapp

Receba nossas atualizações direto no Telegram

Vídeos relacionados: