Vazam novas fotos de Juan Guaidó, aliado de Bolsonaro, com narcoparamilitares da Colômbia

Aparecem novas imagens de Juan Guaidó, presidente autoproclamado da Venezuela (sem ter sido eleito para tal), líder da oposição mais radical venezuelana, com narcoparamilitares colombianos.

Nas novas imagens, do dia 22 de fevereiro, Juan Guaidó aparece sorridente ao lado de Albeiro Iobo Quintero, conhecido como Brother, e John Jair Durán, El Menor,  ambos líderes da organização criminosa, Los Ratrojos, envolvidos com narcotráficos, conflito armados e paramilitares na Colômbia. O grupo teria ajudado, Guaidó a cruzar a fronteira da Venezuela com a Colômbia.



Wilfredo Cañizares, ativista e líder da Fundação Progresso no Norte de Santander (FPNS),diz que Guaidó ganhou passagem com eles da Venezuela a Colômbia. Guaidó também aparece ao lado de a Jhonathan Zambrano García, “Patrón Pobre”, chefe de células criminosas, encarregados de sequestros no estado de Táchira (estado venezuelano que faz fronteira com a Colômbia) e foi identificado como homem que dirigia o caminhão que conduziu Juan Guaidó.

LEIA TAMBÉM:





Zambrano seria conhecido também por contrabando de gasolina venezuelana. Em outras fotos, Guaidó aparece ao lado de Argenis Vaca, “Vaquita” , o responsável pelas finanças do grupo criminoso paramilitar e autor de sequestros, narcotráfico e homicídio.  O Ministério Público Venezuelano, instaurou agora uma investigação penal contra Juan Guaidó, pela suposta ligação de Juan Guiadó com o grupo de narcotraficantes paramilitares “Los Rastrojos”, após a divulgação das novas imagens.

Bolsonaro, seu aliado, pediu a inclusão  de nomes de Juan Guaidó, na delegação brasileira que vai a ONU.

Com informações da Telesur