BNDES e PREVI injetaram R$ 227 milhões nos fundos de Paulo Guedes, Ministro de Bolsonaro

Os fundos de investimentos do ministro da Economia, Paulo Guedes, receberam 227,1 milhões de reais do BNDES e da Previ, entidade de previdência complementar de funcionários do Banco do Brasil; a injeção de recursos foi feita de dezembro de 2013 a março deste ano



247 – Os fundos de investimentos do ministro da Economia, Paulo Guedes, receberam 227,1 milhões de reais do BNDES e da Previ, entidade de previdência complementar de funcionários do Banco do Brasil. A injeção de recursos foi feita de dezembro de 2013 a março deste ano.

LEIA TAMBÉM:

Houve também injeção de recursos de os fundos de pensão, do Banco de Brasília (BRB), ligado ao governo do DF, e do Banco do Nordeste, controlado pelo governo federal.




Reportagem do jornalista Fábio Fabrini na Folha de S.Paulo traz informações detalhadas sobre as somas milionárias carreadas para os fundos de investimentos de Paulo Guedes.