Bolsonaro cai e Haddad sobe na pesquisa BTG Factual

Nova pesquisa realizada pela FSB, contratada pelo BTG Pactual e divulgada nesta segunda-feira (1), aponta para uma queda na intenção de votos do candidato de extrema direita Jair Bolsonaro (PSL) e em uma ligeira alta em favor de Fernando Haddad (PT), o que deve colocar os dois no segundo turno; Bolsonaro caiu de 33% para 31%, enquanto Haddad passou de 23% para 24%, se isolando no segundo lugar; no segundo turno, os dois candidatos aparecem tecnicamente empatados, com 43% e 42% das intenções de voto, respectivamente




247 – Uma nova pesquisa realizada pela FSB, contratada pelo BTG Pactual e divulgada nesta segunda-feira (1), aponta para uma queda na intenção de votos do candidato de extrema direita Jair Bolsonaro (PSL) e em uma ligeira alta em favor de Fernando Haddad (PT), o que deve colocar os dois candidatos à Presidência da República no segundo turno. Segundo o estudo, Bolsonaro caiu de 33% para 31%, enquanto Haddad passou de 23% para 24%, se isolando no segundo lugar. No segundo turno, Bolsonaro e Haddad aparecem tecnicamente empatados, com 43% e 42% das intenções de voto, respectivamente. No levantamento anterior, estes índices eram de 44% e 40%.

Ainda segundo a pesquisa estimulada, Ciro Gomes (PDT), que havia caído quatro pontos no levantamento anterior, divulgado na semana passada, passando de 14% para 10%, registra atualmente 9% da preferência do eleitorado. O tucano Geraldo Alckmin (PSDB) viu suas intenções de voto subirem de 8% para 11%, estando tecnicamente empatado com Ciro.



Marina Silva (Rede) também recuou um ponto percentual, passando de 5% para 4%, no intervalo de tempo entre as duas pesquisas, estando em empate técnico com João Amoêdo (Novo). Alvaro Dias (Podemos) manteve os 2% registrados no levantamento anterior. Já o ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) caiu de 3% para 2%. Os demais postulantes não pontuaram. Os que disseram que irão votar em nenhum dos candidatos passaram de 7% para 6% e os que irão votar em branco ou nulo se manteve em 2%. Os que não souberam ou não quiseram responder se manteve estável em 4%.

Leia também:

Na pesquisa espontânea, as intenções de voto para Bolsonaro caíram de 31% para 28%, enquanto Haddad passou de 17% para 18%. Ciro Gomes manteve os mesmos 7% do levantamento anterior e está tecnicamente empatado com Geraldo Alckmin, que passou de 4% para 7%. João Amôedo passou de 2% para 3% e Marina Silva caiu de 2% para 1%. Os candidatos Alvaro Dias e Henrique Meirelles permanecera estáveis, com 1% cada.Os demais não pontuaram. Os que não souberam ou não quiseram responder passaram de 21% para 16% e os que não votariam em nenhum dos postulantes subiu um ponto, passando de 8% para 9%. Os que não souberam ou não responderam se manteve em 3%.

Em relação ao segundo Turno, Bolsonaro, que está tecnicamente empatado com Haddad, também aparece na mesma situação quando o adversário é Ciro Gomes. Neste cenário, O candidato do PSL registra 41% enquanto o trabalhista aparece com 45%. No levantamento anterior, eles estavam empatados com 42% cada. A situação também é de empate técnico quando o rival é Geraldo Alckmin que passou de 40% para 42%, enquanto Bolsonaro manteve os mesmos 41% da pesquisa anterior. Em um cenário contra Marina Silva, Bolsonaro caiu de 45% para 44%, enquanto ela passou de 36% para 39%.




A pesquisa FSB/BTG Pactual foi realizada entre os dias 29 e 30 de setembro junto a 2 mil eleitores de todo o país. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-05879/2018 e possui margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

 

Mais informações no BR18

Receba nossas atualizações direto no Whatsapp