em Economia

Bolsonaro torra bilhões em reservas internacionais deixados pelo PT

O país “quebrado pelo PT” está dando os colchões de reservas em dólar para Bolsonaro tentar enfrentar a crise e a alta do dólar. Banco Central anunciou novo leilão de moeda estrangeira para esta terca-feira, mas nada tem sido capaz de conter a desvalorização do real.




O ex-presidente Lula, lembrou que o governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro está usando reservas internacionais deixadas pelos governos do PT (Dilma e Lula) para poder enfrentar a crise a disparada do dólar.  Lula afirmou que o governo neoliberal de extrema-direita de Bolsonaro já torrou o equivalente a US$ 42 bilhões acumulados por ele e pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

O insuspeito jornal R7, que é propriedade da Record, hoje alinhado ao governo Bolsonaro até o último fio de cabelo, revela que as reservas internacionais do Brasil em dólar, em abril de 2016, o mesmo tempo da queda da presidente Dilma Rousseff, totalizavam R$ 1 trilhão e 335 bilhões, com a cotação do dólar a época.




O Brasil tinha em abril de 2016 cerca de US$ 375 bilhões, o que hoje seria algo em torno de R$ 1 trilhão e 788 bilhões, considerando o dólar na casa dos R$ 4,77.

E como mostra o jornal O Globo, em dezembro de 2015, o Brasil tinha a sexta maior reserva internacional do mundo.

Hoje no entanto, como diz Lula, Bolsonaro torra as reservas para segurar o dólar.

Hoje haverá nova venda, segundo aponta o Infomoney:

O Banco Central anunciou nesta segunda-feira, 9, a realização de leilão de dólares à vista amanhã, 10, referenciado à Ptax. A operação será realizada entre 9h10 e 9h15, com a oferta de até US$ 2 bilhões.

LEIA TAMBÉM:

Nesta segunda-feira, o BC realizou vendeu US$ 3 bilhões em leilão à vista referenciado à Ptax, pela manhã. À tarde, a autoridade monetária realizou outro leilão à vista, com a venda de US$ 465 milhões.



O dólar comercial fechou em alta de 1,97% hoje, a R$ 4,7251 na compra e a R$ 4,7256 na venda.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *