em Política

CAIU: Weintraub anuncia saída do Ministério da Educação

18/06/2020

Como foi antecipado pela mídia a alguns dias, o Ministro da Educação, Abraham Weintraub anunciou sua saída do Ministério da Educação, nessa quinta-feira (18). Mesmo dia da prisão de Queiroz, o governo vai se esfacelando. Weintraub afirma que recebeu convite  para o Banco Mundial, fora do país, para que não seja preso, muito provavelmente.




O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, divulgou um vídeo por meio de suas redes sociais nessa quinta-feira (18) anunciando que deixa o comando da pasta e anuncia ”convite” para cargo no Banco Mundial. Jornalistas avaliam que sua ida para o Banco Mundial, fora do país, seria para evitar que o mesmo fosse preso no inquérito das fake news.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

A mídia havia adiantado sua saída e parlamentares já ventilam que o mesmo pode ser preso.



“Dessa vez é verdade, eu estou saindo do MEC”, declarou. “Eu vou começar a transição agora e, nos próximos dias eu passo o bastão pro ministro que vai ficar no meu lugar, interino ou definitivo”, disse Weintraub.

O Ministro anunciou também que recebeu convites para cargo no Banco Mundial.
Siga nosso Twitter:

Weintraub no Ministério da Educação acumulou derrotas no Congresso Nacional, da revogação da ID estudantil, para atacar entidades estudantis como a UNE (União Nacional dos Estudantes) ao adiamento do ENEM. Até e recente derrubada de MP, que dava a Weintraub o poder de escolher reitores de universidades.



O Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) solicitou a prisão preventiva de Weintraub  no âmbito do inquérito das fake news, ofensas e ameaças a Ministros do STF. O STF formou maioria para manter Weintraub no inquérito das fake news, resultando em mais uma dura derrota para ele e o governo.

Inscreva-se no nosso Canal:

 

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->