em Pesquisas

Dispara rejeição de Bolsonaro em nova pesquisa IBOPE

A nova pesquisa Ibope, que foi feita antes de estourar o escândalo envolvendo Flávio Bolsonaro e Queiroz na última semana, mostra um dado alarmante para o governo Bolsonaro. Uma rejeição que supera a casa dos 50%, que desaprovam a maneira como Jair Bolsonaro, governa o Brasil. A depender de como a economia reagirá em 2020 e como ficarão os próximos episódios do esquema que envolve Flávio Bolsonaro e Queiroz, essa mesma rejeição poderá aumentar.




A nova pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que o país rejeita cada vez mais Bolsonaro, é  o que informa o colunista Lauro Jardim em sua coluna em O Globo.

”A popularidade do governo, a confiança e a aprovação da população na maneira de Jair Bolsonaro governar estão em queda, de acordo com uma nova pesquisa feita pelo Ibope. A maioria dos entrevistados, 53%, não aprovam o modo de Jair Bolsonaro governar o Brasil. É o seu pior resultado entre as quatro pesquisas feitas pelo Ibope neste ano. A pesquisa, que será divulgada ainda hoje pela CNI, que encomendou o levantamento, foi feita entre os dias 5 e 8 de dezembro, antes, portanto, de o caso Flavio/Queiroz voltar ao noticiário“, diz o colunista.




A pesquisa, ainda não captou a reação ao novo escândalo que envolve Flávio Bolsonaro.

Bolsonaro tem dito a interlocutores, que temia a prisão de seu filho.

Até onde irá Bolsonaro para proteger o filho é uma dúvida com desfecho imprevisível.

Até o ex-coordenador da Lava Jato, disse que Bolsonaro estaria tentando proteger o filho.

Porém, Moro, afirmou a interlocutores, que o ano “termina bem” para o governo, sem escândalos de corrupção.

Na quarta-feira (18), o MP-RJ fez buscas e apreensão, que atingiram Queiroz e a ex-mulher de Bolsonaro.




E se descobriu 2 milhões que Queiroz recebeu em sua conta de 13 assessores de Flávio Bolsonaro.

Gráfico baseado na pesquisa Ibope, encomendado pela CNI de dezembro de 2019

O que virá de saldo político do escândalo é algo a se observar.

Veja alguns números da pesquisa IBOPE/CNI, que será divulgada ainda hoje:

*53% não aprovam a maneira de Bolsonaro governar (eram 40% em abril e 48% em junho e 50% em setembro). Aqueles que aprovam somam 41% (eram 51%, 46% e 44% nas pesquisas anteriores). Um total de 6% não quiseram responder.

*A avaliação positiva (ótimo e bom) do governo era de 35% em abril, caiu para 32% e 31% em junho e em setembro, respectivamente, e agora está em 29%.

 

Os dados completos você pode acessar no Blog do Lauro Jardim, O Globo.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

 

Comments are closed.