Helicóptero do estado de MG, busca vice-governador do NOVO em spa de luxo

O TEMPO

O vice-governador do Estado, Paulo Brant (Novo), e sua esposa, Alexia Paiva, utilizaram um helicóptero do governo de Minas, no último domingo, para se deslocarem de um spa de luxo, em Macacos, distrito de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, para Ouro Preto, na região Central do Estado. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da vice-governadoria.

Segundo nota enviada a O TEMPO, o vice-governador e sua esposa estavam hospedados em um spa de luxo no município, durante o feriado da Semana Santa. A justificativa para o uso do helicóptero é que o hotel está na rota aérea para Ouro Preto, onde foi realizada a cerimônia de entrega da Medalha da Inconfidência. De acordo com o comunicado, além de Paulo Brant e sua esposa, estava no voo o ajudante de ordens capitão Alencar.

O ato foi bastante criticado pelos hóspedes do hotel, que testemunharam a decolagem. Eles alegam que o Partido Novo se elegeu em 2018 com o discurso de que faria um governo “diferente” e “com a promessa de acabar com a farra dos voos do ex-governador Fernando Pimentel (PT)”.

Em campanha, o governador Romeu Zema (Novo) afirmou que não utilizaria as aeronaves do governo e que se deslocaria em voos de carreira. No entanto, ele já descumpriu essa promessa.

De acordo com dados divulgados pelo Portal da Transparência, Zema viajou em aeronaves do Estado 16 vezes, entre 16 de janeiro e 29 de março. Entre as viagens estão duas para a cidade de Brumadinho após o rompimento da barragem I da mina de Córrego do Feijão, um voo de helicóptero de Belo Horizonte para a Contagem, na região metropolitana, em 29 de março, para uma palestra, e viagens para Brasília, sendo que, em uma delas, o avião foi buscá-lo na sua cidade natal, Araxá.