Lula alfineta Bolsonaro e diz que não se deve puxar saco e bater continência para os EUA





Após Trump dizer que vai taxar novamente o aço e alumínio brasileiros, com acusações que o Brasil e Argentina “desvalorizam maciçamente” suas moedas, o ex-presidente Lula, lembrou em entrevista que concedeu quando ainda estava preso em Curitiba, que nunca viu um presidente “bater continência para a bandeira americana”, que se deve “amar primeiro o seu país e sua mãe”, em referência ao episódio em que Bolsonaro bateu continência a bandeira dos EUA, quando ainda era candidato a presidência da República.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Lula na época,disse “alguém acha que os EUA vai fazer alguma coisa pelo Brasil? Americano pensa em americano em 1°, 2°, 3° e se sobrar tempo pensa em americano”.




Trump ao anunciar que taxaria o aço e alumínio do Brasil, por acusações de “desvalorização maciça do câmbio”, afirmou que a desvalorização do real brasileiro, prejudicaria os fazendeiros e produtores norte-americanos, que são uma das principais bases de apoio do presidente norte-americano que irá concorrer a reeleição presidencial em 2020.

Bolsonaro bate continência para a bandeira americana. Imagens: The Intercept

O governo brasileiro e diplomacia do governo Bolsonaro, entraram em uma enorme saia justa, como disse o correspondente internacional Jamil Chade. Pois o Brasil fez tudo, para se alinhar politicamente e comercialmente aos EUA, abrindo até o mercado brasileiro para o trigo americano, na OMC (Organização Mundial do Comércio) o Brasil abriu mão de privilégios que tinha como país em desenvolvimento, pela promessa de Trump de colocar o Brasil na OCDE, o que até agora não se tornou realidade.

LEIA TAMBÉM: Trump sacrificará o Brasil para atingir seus objetivos

Trump mostra que sua política é de “American First”, os interesses norte-americanos em primeiro lugar, fazendo dutod por sua campanha para reeleição. Como observou o colunista Jamil Chade:

”Trump mergulha em sua campanha eleitoral e, para obter um segundo mandato, não poupará ninguém. Muito menos um governo que já lhe entregou tudo e praticamente não pediu nada de volta.”

Como disse o ex-presidente Lula, o interesse brasileiro tem que estar em primeiro lugar, antes mesmo de “bater continência” para bandeira americana, declarações de amor por Trump, como fez Bolsonaro.  Como disse Lula,americanos não farão nada por nós…

CONFIRA:


Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | VK | Instagram