Foto (Reuters)

Trump irá sacrificar o Brasil para atingir seus objetivos

Segundo o jornalista, Jamil Chade no seu blog especializado em temas de diplomacia e política internacional, a posição dos EUA em endossar um calendário para a entrada do Brasil na OCDE, que a agência Bloomberg mostrou, mostra o amadorismo do governo Bolsonaro em negociações internacionais.  O jornalista mostra que o Brasil compra briga com os inimigos dos EUA, como Venezuela e outros países, apoiam medidas contra os mesmos países, para tentar ganhar vantagens, no entanto, por enquanto é apenas uma promessa.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Em troca de tudo isso, Trump havia prometido promover o Brasil ao “clube dos ricos”, a OCDE. Uma carta que teria sido enviada ao secretário-geral da entidade, Angel Gurria, o secretário de estado-norte americano, Mike Pompeo, indicou que os EUA, pretende começar a expansão da OCDE, com Argentina e Romênia e teria retirado a proposta inicial de colocar o Brasil na OCDE já em 2020.


Os americanos continuam dizendo ao governo brasileiro que apoiam o Brasil e sua entrada na OCDE, no entanto a realidade em Paris, mostra coisa totalmente oposta.

 

Leia a íntegra do texto no UOL