em Militarismo

Lula: Gilmar está certo sobre militares se associarem ao genocídio do COVID

15/07/2020

O ex-presidente Lula avaliou que Gilmar Mendes está certo na avaliação sobre os militares se associarem ao genocídio do coronavírus, que já vitimou 75 mil pessoas no Brasil. “O Gilmar está certo. Ele não culpou o Exército”, Lula criticou a participação de militares no governo Bolsonaro e o fato de serem “coniventes” com a política desastrosa contra o coronavírus.




A fala de Gilmar Mendes, afirmando que os militares se associaram ao genocídio do coronavírus, os incomodou.

No entanto levando em consideração diversas variáveis políticas, ela tem sentido e Lula também percebeu isso.




O Brasil atualmente tem 75 mil mortos por coronavírus e quase 2 milhões de casos confirmados, isso sem contar a subnotificação. Isto é, 75 mil mortes em apenas 4 meses desde a primeira morte confirmada.

O colunista do jornal Globo, Pedro Doria avalia que a fala de Gilmar Mendes foi calculada.

De acordo com Pedro Doria: “Gilmar é político. Devia um ministro do STF ser político? Esse é outro debate, ele é político. Vive em Brasíli aindo de casa em casa, conversando, costurando, debatendo, negociando. Mais: ele sabe fazer política particularmente bem, ou seja: Gilmar não faz nada sem querer.”




Ainda de acordo com o colunista, Bolsonaro pode ser investigado pelo Tribunal Penal Internacional por genocídio diante das milhares de mortes por coronavírus no Brasil.

Lula que tem um agudo faro político também acredita que Gilmar Mendes acertou em sua crítica e posicionamento.

“O Gilmar está certo. Ele não culpou o Exército, ele disse que o Exército, participando como está participando [do Ministério da Saúde], sem cobrar comportamento adequado do presidente da República, vai contribuir com os erros do presidente da República. Isso é a mais pura verdade e eles [militares] se ofendem”, disse Lula em live com integrantes da Federação Única dos Petroleiros (FUP) nesta quarta-feira (15).

 

Reação dos militares

A crítica  de Gilmar, que repercutiu, fez com que os militares do governo Bolsonaro reagissem. Levando o caso até a PGR, onde fizeram uma  representação contra Gilmar Mendes.

Gilmar no entanto não recuou nas críticas e reafirmou seu posicionamento e detalhou detalhou sua crítica ao falar na ameaça aos povos indígenas durante a crise da pandemia do novo coronavírus.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Veja o vídeo de Lula concordando com Gilmar:

VÍDEOS RELACIONADOS:

Inscreva-se no nosso Canal de Youtube :

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->