Moro admitiu que tratava Lula como adversário num ringue de boxe

06/07/2020

Em uma entrevista na Globo News, o ex-juiz da Lava Jato,afirmou que  o depoimento de Lula foi tomado num “ringue” de boxe.  Moro como juiz deveria agir e julgar com neutralidade e não tratando o julgado como um adversário político.




O ex-juiz da Lava Jato, que prendeu e condenou Lula, Sérgio Moro, admitiu que tratou Lula como “adversário”.

Em entrevista na Globo News, Moro, afirmou que tomou depoimento de Lula em um “ringue’.




Responsável pela prisão de Lula e ascensão de Jair Bolsonaro, Moro admitiu, segundo juristas seu lado e parcialidade na condução do processo contra o ex-presidente Lula. O petista liderava todas pesquisas eleitorais a frente de Jair Bolsonaro em todos os cenários de primeiro e segundo turno.

“Como a gente fez lá no…brincando, no RINGUE COM LULA, na audiência” disse Moro em entrevista.

A declaração mexeu com os ânimos na internet.

Moro foi até a casa de Bolsonaro no Rio de Janeiro, 4 dias após o mesmo ser eleito.

Aceitou o convite para o Ministério da Justiça, do candidato beneficiado com a prisão de Lula.



O deputado  Paulo Pimenta (PT-RS) afirma que o que Moro confessou sua parcialidade e que precisa-se julgar sua suspeição no julgamento de Lula.

LEIA TAMBÉM:

Denunciado hoje na Lava Jato, Serra do PSDB já confraternizou com Moro

Deputada bolsonarista diz que Moro tinha predileção em condenar o PT

Mulher de Moro comemorou eufórica vitória de Bolsonaro em 2018

Juiz que apoiava Moro o critica por participação no governo Bolsonaro

Bolsonaro admite que foi eleito porque Moro “cumpriu sua missão”

 

“CONFISSÃO: Em entrevista para a Globo News, no último domingo, o ex-juiz e ex-ministro de Bolsonaro confirmou que tratava @LulaOficial como adversário em uma luta de boxe. É urgente que o processo conduzido por Moro seja anulado por quebra de imparcialidade” disse o deputado em suas redes.

A Vaza Jato revelou que Moro direcionou a Lava Jato a atacar defesa de Lula na mídia.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Clique aqui e receba nossas notícias pelo seu Telegram

Chamou de “showzinho” a defesa de Lula.

Juristas manifestaram repúdio a declaração de Moro, sobre o “ringue com Lula”.

O jurista Rafael Vallim, questionou a declaração, perguntando se Moro era “adversário do julgado”.

O ex-conselheiro da OAB, Rodrigo Lago, defendeu anulação da condenação de Lula no caso do Tripléx do Guarujá.




ASSISTA:

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão desativados.

<--retirado daqui os relacionados Mobile -->