em Denúncias

MPF: Procurador aliado de Moro denuncia Glenn Greenwald

Procurador do MPF (Ministério Público Federal) denunciou nessa terça-feira (21) o jornalista norte-americano Glenn Greenwald e mais 6 por ”invasão de celulares de autoridades”. O Procurador foi o mesmo que denunciou Felipe Santa Cruz, presidente da OAB, por dizer que Moro era “chefe de quadrilha” , mais um ataque que mostra o lado político do Judiciário e MPF, que Glenn revelou na Vaza Jato, que mostrou as entranhas da Operação Lava Jato.




A ação ocorre no âmbito da Operação Spoofing e um dos denunciados é o jornalista norte-americano Glenn Greenwald. Responsável por tornar público o escândalo da Vaza Jato é vítima agora de uma ação político e partidário do MPF.

O Procurador que denunciou Glenn, o procurador Welligton Oliveira iniciou, já foi sargento do Exército e fez a primeira denúncia contra Lula em 2007, por suposto “desvio” ” de recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen).




Em 2016 voltou a perseguir Lula, aproveitando toda a onda lavajatista e abriu uma investigação para supostamente averiguar se Lula, roubou um crucifixo, que foi um presente dado ao ex-presidente.

LEIA TAMBÉM:

Em 2019, o Procurador denunciou Felipe Santa Cruz, presidente da OAB por “calúnia e difamação” por ter chamado Moro de “chefe de quadrilha”.

Em entrevista a Folha de São Paulo, Felipe Santa Cruz falou sobre Moro:

“banca o chefe da quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas”.

Hoje devido a denúncia contra o jornalista Glenn Greenwald, diversos jornalistas e parlamentares, manifestaram solidariedade ao editor do The Intercept Brasil. Mais um ataque frontal a liberdade de expressão.




Um Procurador alinhado com Sérgio Moro, que está sendo mostrado ao Brasil pela Vaza Jato sem os filtros da mídia e do marketing oficial lava jatista.

Clique aqui e receba nossas notícias no seu Whatsapp

Entre no nosso canal de Telegram e receba nossos conteúdos por lá

 

 

Comments are closed.